Lipe Dylong

50 Anos de Shape   (1970/2020 )

Ano de 1970, Rio de Janeiro. Lipe Dylong parte o nose da prancha e, sem dinheiro para comprar uma nova, resolve descascar e reutilizar o que restou da sua, produzindo assim a primeira das milhares de pranchas que viria a fazer nas décadas seguintes.

Revelando desde o início grande aptidão para o shape, as suas pranchas apresentavam níveis de qualidade que permitiram a rápida popularização do seu nome no crescente mercado do surf brasileiro dos anos 70. 

Após sair do serviço militar obrigatório, em 1975 Lipe resolveu que era altura de conhecer o Hawaii, surfar as melhores ondas do mundo e aprimorar as suas técnicas de shape e fabricação de pranchas. Imbuído do espírito aventureiro da época, partiu sozinho, de autocarro, do Rio de Janeiro para a Califórnia. Pelo caminho, explorou e surfou toda a costa da América do Sul e Central até a Califórnia, demorando quase um ano até, finalmente, desembarcar nas ilhas havaianas.

Shapando e dando formas. 1975.

Chegado à Meca do surf, rapidamente passou a frequentar as salas de shape e fábricas locais, começando a trabalhar como ajudante de lixador na Country Surfboards, que na altura produzia para os melhores shapers e para as mais prestigiadas marcas do mundo. Nas instalações da Country, o jovem Lipe travou amizade e a sabedoria de lendas como Mike Diffenderfer, Dick Brewer, Owl Chapman, Tiger Espere, Barry Kanaiaupuni e muitos outros, lapidando o seu talento com os melhores mestres.

Tendo como inspiração os top shapers Dick Brewer e Tom Parish, em pouco tempo começou a shapar pranchas da Country e de outras marcas que usavam as instalações da fábrica, produzindo pranchas para team riders e lojas espalhadas por todo o território dos EUA e Japão.

Lipe competing at the Pipeline Masters, Hawaií, 1978.

Em 1978, com o patrocínio da Coca-Cola, começou a competir no recém-formado circuito mundial de surf da International Professional Surfers, a futura WSL, e, nesse mesmo ano, Lipe seria um dos 32 convidados a participar no prestigiado e exclusivo campeonato Pipeline Masters.

Lipe and Larry Bertleman. A true surfing legend in Hawaii, Twin Fins pioneer with 

Mark Richards. Australia, 1978.

Shapando para a famosa marca japonesa, Breaker Out.

No final dos anos 70, Lipe fundou no Rio de Janeiro a famosa marca Energia, que rapidamente se tornou líder de mercado, graças à difusão de modelos inovadores, como as Twin-Fins e as Thrusters, dos quais foi pioneira, antecipando também o lançamento da moda surfwear no Brasil.

In the shaping room, exchanging impressions with south-african top surfer

Shaun Tomson.

Seja como shaper, surfista ou competidor, Lipe Dylong participou de todo o processo de evolução do surf nos últimos 40 anos.

 

Da Shortboard Revolution à transição das Single-Fins para as Twin-Fins, da propagação das Thrusters ao renascimento do Longboard e dos modelos retro.

 

Mas a maior realização de uma vida dedicada ao surf são as amizades que criou pelo mundo e a satisfação de milhares de clientes felizes com suas pranchas.

Entrevista com o surfista australiano Ian Cairns para o Wide World of Sports, da ABC Television. Sunset Beach, Havaii.

Com o havaiano Michael Ho (pai de Mason e Coco Ho), e com o surfista e shaper australiano, Jim Banks, aprimorando seus conhecimentos.

Country SurfBoards Europe

Fevereiro 2020 Portugal

Visite a nossa loja

Rua Sacadura Cabral N40, 2765-551 São Pedro do Estoril

Tel : +351 215 879 869

E-mail : contact@countrysurfboardseurope.com

Nossa Política de Privacidade

COPYRIGHT © 2019 COUNTRY SURFBOARDS EUROPE

  • Preto Ícone Instagram
  • Preto Ícone Facebook
  • Preto Ícone Pinterest